Você conhece a relação entre o Sono e a Dor?

Dormir bem é fundamental para o equilíbrio físico, mental e emocional. Uma boa qualidade de sono auxilia no bom funcionamento cerebral, fortalece o sistema imunológico e diminui o risco de doenças cardiovasculares e metabólicas. Normalmente a dificuldade em dormir bem é multifatorial, ou seja, depende de diversos aspectos como: estado de saúde (algumas doenças como a Síndrome da Apneia do Sono e disfunções da glândula tireoide podem provocar insônia), estresse, alimentação, prática de atividade física e fatores ambientais (como luminosidade e ruídos).

Mas você sabia que existe uma relação direta entre a qualidade do sono e a dor crônica? Diversos estudos comprovam essa influência e assim, dificuldades como a demora para adormecer, insônia e os despertares noturnos podem ser causas ou efeitos da dor crônica.

Pessoas que sentem dor tendem a acordar mais durante a noite, essas pausas no sono as impedem que adormeçam profundamente - e assim, que o corpo relaxe adequadamente, mantendo um estado de tensionamento. E o inverso também acontece, pois a falta do sono reparador pode afetar a maneira como percebemos a dor, além de gerar fadiga excessiva, irritabilidade, sonolência diurna e isolamento social. Impactando diretamente em sua qualidade de vida.

A higiene do sono consiste em algumas recomendações para auxiliar no processo do adormecer e na manutenção do sono, então aqui listarei algumas delas:

1) Estabeleça e mantenha horários para dormir e acordar, respeitando seu relógio biológico.

2) Antes de deitar evite refeições pesadas, bebidas alcoólicas, cigarros. Outros estimulantes como chimarrão, chocolate, café, refrigerantes, chá preto, devem ser evitados desde o entardecer.

3) Evite trabalhar ou estudar na cama, e vá deitar somente quando estiver com sono.

4) A prática de atividade física regular é recomendada, dando ênfase para maior intensidade durante o dia e buscando atividades de menor intensidade à noite.

5) Evite as telas (celular, televisão, computador) à noite, e desligue pelo menos meia hora antes de ir deitar. O quarto também deve permanecer escuro e livre de ruídos, se for possível.

6) Realize algum procedimento relaxante, como: Tomar um banho morno antes de deitar, escalda pés, meditações guiadas, chás calmantes, óleo essencial de lavanda, faça uma oração agradecendo pelas coisas boas do seu dia.

Caso você tenha dificuldades para dormir e quiser conversar mais a respeito pode me chamar!


1 visualização0 comentário